15 de Maio – Dia da Assistente Social

Datas 14/05/2021

No dia 15 de maio comemoramos o dia da Assistente Social! Para celebrar a data entrevistamos as profissionais Iara Dantas (Assistente Social – Gerência de Desenvolvimento Humano e Organizacional) e Marailza Gomes (Analista de Meio Ambiente e Comunidades – Gerência de Sustentabilidade). Neste bate-papo as profissionais formadas em Serviço Social abordaram a escolha da profissão, a importância da assistência social como um direito e o papel da área nas atividades desempenhadas na Mineração Caraíba. Além disso, refletiram sobre o vasto campo de atuação dos Assistentes Sociais, destacando a relevância do trabalho tanto no ambiente corporativo quanto em toda sociedade, promovendo o respeito, a valorização humana, o desenvolvimento sustentável e o bem comum. Confira abaixo!

Começamos parabenizando pela escolha desta bela profissão. Os Assistentes Sociais são aqueles profissionais formados em Serviço Social. O que lhes influenciaram a escolher esta formação?

(Iara) R: Gratidão por esse momento! O agir profissional de alguns colegas sempre me inspirava a segui-los. Ao ingressar no curso de Serviço Social e entender os parâmetros éticos, sociais, políticos e técnicos da profissão, reforçou ainda mais a afinidade com a área.

(Marailza) R: O Serviço Social é uma base necessária para consolidação e validação de políticas sociais atuantes e justas para todos. Diante dessa contextualização muito bonita, fiz a opção pelo Serviço Social com o objetivo de além de ter uma profissão, poder contribuir para a minha comunidade, onde participava de grupo de jovens e sempre tive o interesse em ajudar no desenvolvimento local.  Minha avó paterna fez parte dessa base doutrinária para seguir com a escolha da profissão.  Uma pessoa especial, rígida e muito solidária (em memória). Ela me fez enxergar a profissão como um mecanismo para ajudar outras pessoas ou situações de vulnerabilidades. Hoje, não penso só em minha comunidade de origem, mas na nossa região e na sociedade como um todo.

Sabemos que a Assistência Social é um direito dos cidadãos e cidadãs garantido na Constituição Federal. Qual a importância da área no contexto atual que estamos vivendo, no sentido de garantir este acesso?

(Iara) R: Vivemos um momento atípico, desafiador, instável e crítico. Todos os profissionais (de acordo com suas atribuições) estão buscando contribuir para o enfrentamento dessa pandemia. O Serviço social, nesse cenário, também reforça a necessidade da garantia de direitos, acesso aos serviços, respeito a vida e a dignidade humana, a promoção da igualdade, da equidade, do acolhimento, entre outros.

(Marailza) R: Em primeiro lugar, independentemente da profissão, temos que fazer a nossa parte contribuindo de forma responsável e com ações positivas para a sociedade.  O serviço social é mais um dos serviços de assistência para os cidadãos que precisam, na esfera estadual e municipal conforme a Constituição Federal. Poder trabalhar, viabilizando informações e orientações sobre os direitos e deveres, é uma a base importante para consolidação da democracia, cidadania e dos direitos de forma justa e responsável. Ainda enfrentamos momentos de conflitos políticos, econômicos e sociais que precisam ser vistos por todos, dessa forma contribuir coletivamente e com eficiência no desenvolvimento social.

O profissional de Serviço Social pode atuar em diversas áreas e promover mudanças, desde a área da saúde, justiça, educação, habitação, iniciativa privada, assistência social, entre outras. O que lhes fizeram escolher atuar nas empresas e principalmente na Mineração Caraíba?

(Iara) R: O Serviço social é diverso em áreas de atuação, nas empresas também! O profissional tem uma diversidade de áreas para se inserir (saúde do trabalhador, gestão de pessoas, desenvolvimento sustentável, sustentabilidade corporativa, entre outros), o que fomenta a importância desse profissional.  Escolher essa área foi uma abertura para novas experiências e novos conhecimentos. São inúmeros os motivos que nos trazem a satisfação em compor o time Caraíba; é um privilégio atuar em uma empresa renomada e que nos possibilita a progressão profissional.

(Marailza) R: Em 2009 tive o privilégio de conhecer os trabalhos iniciais da empresa na minha comunidade, ainda na fase inicial do curso, tive a oportunidade de conhecer uma colaboradora da empresa, formada na área que me incentivou bastante. Eu participativa de grupo de jovens e das diversas reuniões comunitárias com curiosidade e em busca de contribuir para o desenvolvimento local, como também almejando oportunidade de emprego. Trabalhar na MCSA não foi uma escolha, e sim uma oportunidade e privilégio de poder desde sempre aprender e contribuir com o andamento das atividades socioambientais de forma responsável e com comprometimento.

O Serviço Social exerce um papel importante na Mineração Caraíba como agente da valorização humana. Fale um pouco deste processo no desempenho das suas atividades nas respectivas áreas de atuação.

(Iara) R: Minha atuação é na equipe da Gerência de Desenvolvimento Humano e Organizacional, visando toda a empresa. As ações são pautadas no respeito ao ser humano, sua realidade, suas especificidades, entrelaçando com os direitos e deveres inerentes a cada situação. Buscamos atuar com informação e orientação, amparamos e auxiliamos pessoas em suas vulnerabilidades, buscamos o respeito à diversidade, propomos reflexões, traduzimos anseios, mediamos conflitos, entre outras.

(Marailza) R: A minha atuação como profissional é através do setor de Responsabilidade Socioambiental da Mineração Caraíba, na Gerência de Sustentabilidade. Contribuo com a equipe técnica, diga-se de passagem uma equipe de excelência, na qual tenho muito orgulho em colocar em prática ações que fomentam o desenvolvimento da região em parcerias com entidades públicas, privadas e sociedade civil com atividades direcionadas para o desenvolvimento da região de forma sustentável.

Quais as dicas que dariam para aquele que deseja se tornar Assistente Social?

(Iara) R: Comprometimento com os regulamentos da profissão, respeito a si e ao outro, conhecimento técnico e atualizar-se constantemente.

(Marailza) R: Em primeiro lugar tem que gostar de gente, ter empatia, ser crítico, construtivo e paciente. Além disso, ter habilidades de comunicação e entendimento do contexto social e das necessidades para maior compreensão da atuação profissional, além de atuar na identificação dos problemas, proposição de soluções e ações interventivas visando contribuir para uma sociedade mais justa e igualitária.

Por fim, deixamos este espaço aberto para uma mensagem sobre o Dia da Assistente Social, parabenizamos pelo dia e agradecemos a participação nesta entrevista.

(Iara) R: Gratidão é recíproca! A cada ano, nessa data é importante fazer a reflexão do nosso comprometimento com a profissão, agradecer as experiências vividas (inúmeras), os aprendizados colhidos e renovar-se para continuar no cumprimento dessa missão.

(Marailza) R: Em primeiro lugar, gostaria de parabenizar a cada profissional pelo comprometimento, empenho e dedicação na atuação profissional contribuindo para o exercício da cidadania. É uma profissão desafiadora, mas também nos traz muitos aprendizados e conquistas. Sou muito feliz em promover o bem na sociedade enquanto profissional e pessoa.  A todos que contribuíram para isso meu muito obrigada!

VEJA
TAMBÉM
Datas

05 de junho – Dia dos Engenheiros Mecânicos

05/06/2021

Datas

20 de setembro – Dia dos Profissionais da Engenharia Química

18/09/2020